A vacina contra a Covid-19 da Pfizer/BioNTech é segura, eficaz e produziu respostas robustas de anticorpos em crianças de 12 a 15 anos, abrindo caminho para buscarem autorização de uso de emergência nos EUA nas próximas semanas. A informação foi divulgada pelas empresas nesta quarta-feira (31).

 

O novo estudo oferece a primeira evidência de como a vacina funcionará em adolescentes em idade escolar. A expectativa da Pfizer é de que as vacinações desse grupo possam começar antes do próximo ano letivo, disse Albert Bourla, presidente e CEO da empresa, em um comunicado.

 

A vacina da Pfizer/BioNtech já tem autorização definitiva para uso em pessoas a partir dos 16 anos no Brasil, após decisão da Anvisa em fevereiro. O governo brasileiro está em negociação para aquisição de doses do imunizante.

 

A CNN Brasil lembra que nos EUA, o imunizante tem permissão para aplicação emergencial.

 

A reportagem do veículo destaca que no ensaio clínico com 2.260 adolescentes de 12 a 15 anos, houve 18 casos de Covid-19 no grupo que recebeu a injeção de placebo e nenhum no grupo que recebeu a vacina, resultando em 100% de eficácia na prevenção da doença, informaram as empresas no comunicado.

Fonte: Bahia Notícias

Deixe seu Comentário